Blog

arcomix-dezembro2019.JPG

O ano começou com o pé direito. O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) recebeu a maior quantia arrecadada pelo Troco Solidário desde o início da campanha, criada pela rede de supermercados Arco-Mix, em novembro de 2018. A soma de dezembro resultou em R$ 61.847,39, que serão destinados ao tratamento dos pacientes. Ao todo, já foram doados mais de R$ 500 mil reais, valor que já auxiliou na compra de uma nova ambulância, de uma impressora 3D, além da internalização do serviço de telemarketing.

A entrega simbólica aconteceu na última terça-feira (14), na loja Arco-Mix Massangana, Piedade. Na ação, a presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer, grupo voluntário que atua no HCP, agradeceu a apoio dos doadores. “Cada moeda doada permitiu que os pacientes pudessem passar o Natal e o Ano Novo em casa, com seus familiares. Continue nos ajudando, o HCP precisa muito”, disse Maria da Paz. 

Na campanha Troco Solidário, os operadores de caixa das 19 lojas da rede e do atacarejo Arco-Vita estimulam os clientes a doarem as moedas do troco ou, se preferirem, outro valor para ajudar a instituição. “Nós nunca desistimos, nosso compromisso com o HCP é sério. Sabemos da necessidade do Hospital de Câncer e estimulamos os clientes a ajudarem. Reforçamos como o tratamento e os equipamentos são caros e como essa ajuda é importante para a instituição”, explica Lilian Silva, encarregada de frente de loja da Arco-Mix Massangana. 

 

Fellowship é um programa que objetiva especializar médicos por meio do acompanhamento de atividades práticas e teóricas que envolvem uma determinada especialidade. Primeira instituição do Nordeste a oferecer esse tipo de especialização, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) abriu vaga em duas categorias: Urologia Oncológica e Neurocirurgia Oncológica, sendo a última, a novidade acadêmica da instituição, fruto do investimento em Ensino e Pesquisa. Para se inscrever, os profissionais devem enviar seus currículos acompanhados de uma carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo., de 1º de janeiro a 14 de fevereiro de 2020. O início das atividades está previsto para 1º de abril de 2020.


Nos programas, um médico urologista e um médico neurocirurgião terão acesso, durante 12 meses, ao funcionamento dos serviços no HCP, compartilhando conhecimento com o corpo clínico de profissionais que são referência nas especialidades.


Para o Fellowship em Urologia, estão previstas, entre outras atividades científicas, cirurgias de alta complexidade, laparoscopia e biópsia de próstata. "No HCP, o fellow – ou seja, o participante - acompanhará os médicos do serviço de Urologia durante as consultas, os estudos de caso e procedimentos cirúrgicos", pontua dr. Luiz Henrique Araújo, urologista e supervisor do Fellowship em Urologia.


Já para o programa em Neurocirurgia, cirurgias endoscópicas, cirurgias de alta complexidade, atividades científicas e um observeship não remunerado opcional no Swedish Neuroscience Institute em Seattle (Whashington, EUA) são atividades programadas. De acordo com dr. Frederico Tavares, coordenador do programa, "O fellow em Neurocirurgia terá a oportunidade de trabalhar de forma integrada caso a caso com as diferentes especialidades do HCP. Com o novo programa, o HCP consolidará sua natureza de formação de profissionais especializados nas diversas sub áreas da Oncologia", pontuou.


Confira as etapas dos processos seletivos:


FELLOWSHIP EM NEUROCIRURGIA ONCOLÓGICA

  • Envio de currículo Lattes + carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. - 01/01/2020 a 14/02/2020
  • Avaliação curricular e entrevista – 05/03/2020
  • Divulgação do resultado – até 15/03/2020
  • Início das atividades – 01/04/2020
  • Duração: 1 ano

FELLOWSHIP EM UROLOGIA ONCOLÓGICA

  • Envio de currículo Lattes + carta de recomendação para o e-mail O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo. - 01/01/2020 a 14/02/2020
  • Avaliação curricular e entrevista – 20/02/2020
  • Divulgação do resultado – 06/03/2020
  • Início das atividades – 01/04/2020
  • Duração: 1 ano

DESTAQUE-SITE-CANCER-DO-COLO-DO-UTERO.jpg

O câncer do colo do útero, também chamado de câncer cervical, é o terceiro de maior incidência entre as mulheres no Brasil, atrás do câncer de mama e do colorretal, correspondendo a mais de 16 mil novos casos por ano. Desse total, mais de seis mil casos são diagnosticados no Nordeste, sendo o segundo tipo de tumor de maior incidência entre as mulheres da região, atrás do câncer de mama (Dados do Instituto Nacional de Câncer – INCA). Para fazer esse importante alerta, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) preparou uma campanha informativa, que pode ser acompanhada pelo site da instituição hcp.org.br ou pelo facebook e instagram @sigahcp.

O colo do útero está localizado entre a parte inferior do útero e a parte superior da vagina. O câncer nessa região está diretamente ligado com as infecções persistentes ocasionadas por alguns tipos do Papilomavírus Humano (HPV), transmitidas no ato sexual. “A prevenção primária para o câncer do colo do útero está ligada à diminuição do risco de contágio com as infecções causadas pelo HPV, por isso a importância da vacinação, que também promove imunização para outros tipos de câncer, em mulheres e homens”, ressalta o cirurgião oncológico do Hospital de Câncer de Pernambuco, Vandré Carneiro. A vacina é oferecida pelo SUS e indicada para meninas, entre 09 e 14 anos, e meninos, entre 11 e 14 anos, antes do início da vida sexual. Outros fatores de risco são: o início precoce da atividade sexual e o tabagismo. 

Na maioria dos casos esse tipo de câncer não apresenta sintomas na fase inicial, por isso é imprescindível que o exame preventivo (Papanicolau), seja realizado anualmente – a descoberta precoce do câncer promove a cura total da doença em quase todos os casos. “O câncer do colo do útero é curável, especialmente se diagnosticado na fase inicial, quando as taxas de cura podem ultrapassar 95%”, destaca o cirurgião. Quando há sintomas, pode ocasionar corrimento, sangramento entre as menstruações e sangramento ou dor no ato sexual. Em fases mais avançadas, dor ao urinar e sangramento intestinal.

O tratamento para câncer do colo do útero é definido de acordo com o estágio da doença, podendo ser cirurgia, quimioterapia, radioterapia ou a junção de ambas. “A falta de informação é uma das principais barreiras para o controle do câncer do colo do útero. Saber da importância da vacina contra o HPV e não deixar de tomar as duas doses é imprescindível para prevenir o acometimento. Vá ao ginecologista com regularidade e mantenha seus exames em dia”, alerta dr. Vandré.    

 

missa1.JPG

Na última quarta-feira (18), funcionários, voluntários, acompanhantes e pacientes que aguardavam pela consulta nos ambulatórios se reuniram na capela do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) por um motivo especial: a missa de Natal da instituição. “Estamos aqui para agradecer a Deus pelos frutos que colhemos em 2019, e pedir graça para o ano de 2020”, pontuou o celebrante padre Fábio de Queiroz.

A celebração contou com a participação musical do Instituto Sol Maior. Mais de 10 músicos apresentaram conhecidas canções na missa e, antes, no prédio dos ambulatórios, tornando a manhã dos pacientes e acompanhantes mais agradável. Nas palavras do maestro Ricardo Diniz, uma experiência imensurável: “Ficamos encantados em realizar este pequeno concerto, levando a todos um pouco de luz em forma de som, em forma de harmonia, e em forma de amor. Além de dar, também recebemos muito carinho de cada um dos pacientes que nos abraçaram em agradecimento”, pontuou o músico, que aproveitou para agradecer à equipe do HCP.

A Superintendente Administrativa do HCP, Claudia Barbosa, e a presidente da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer, Maria da Paz, trouxeram aos presentes uma palavra de gratidão pelo ano e bons votos para o ano de 2020.

IMG_0020.JPG

missanatal.jpeg

gincana3.JPG

Dois caminhões carregados de mais de três toneladas de alimentos e materiais de higiene pessoal: esse foi o saldo da Gincana Transformar Perpart, que, pelo 9º ano consecutivo, arrecadou doações para o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). A entrega do material foi realizada na sexta-feira (13), no fechamento da confraternização. Na ocasião, a Superintendente Administrativa do HCP, Claudia Barbosa, e a gerente de Captação de Recursos, Juliane Carvalho, estiveram presentes para receber os donativos e fazer o descerramento da placa. “Agradeço em nome de nossos pacientes. Ano que vem, estaremos juntos nessa gincana maravilhosa, solidária, feliz e amorosa”, disse dra. Claudia.

A doação é o resultado de meses de arrecadação de materiais. Desde outubro, 150 funcionários e voluntários da Perpart, divididos em 5 equipes, vinham participando de provas e arrecadando doações em busca do título de equipe mais solidária da empresa, que, este ano, ficou com a equipe “Sim para o amor”. Presidente da Perpart, Nilton Mota parabenizou a todos os envolvidos no evento, “É uma atividade que nos enche de orgulho. É uma disputa do bem. Com a Gincana, demonstramos solidariedade, amor e respeito a quem mais precisa”, pontuou.

Para João Neves, servidor público idealizador da ação, “Nossa missão é ajudar. Cada quilo de arroz e feijão tem grande importância. A Gincana foi muito bonita”, comentou.

gincana1.JPG

gincana2.JPG

gincana4.JPG

gincana5.JPG

gincana6.JPG

gincana8.JPG

Visita ao HCP

Na segunda-feira (16), o presidente da Perpart, Nilton Mota, acompanhado de organizadores da Gincana Transformar 2019, visitaram o HCP. A visita foi guiada pela Superintendente Administrativa, dra. Claudia Barbosa, que convidou os parceiros do HCP a conhecerem de perto  o trabalho da instituição. Na ocasião, o documento que comprova o resultado da campanha foi assinado pela Superintendente: mais de 7 mil itens, que contribuirão com as mais de 2 mil refeições preparadas diariamente no hospital.

reuniao1.JPG

reuniao2.JPG

reuniao3.JPG

dermatologiameccienee.JPG

Com o objetivo de capacitar os profissionais de saúde a reconhecerem os sinais suspeitos de câncer de pele, o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) promoveu um treinamento com a coordenadora do Serviço de Dermatologia, dra. Mecciene Mendes. A ação foi realizada na última quinta-feira (12), na biblioteca do hospital, em alusão ao Dezembro Laranja, mês de combate e prevenção do câncer de pele.

Na aula, profissionais de saúde do HCP e estudantes de outras instituições receberam orientações de como identificar os sinais da doença, quais os principais cuidados a serem tomados, para onde encaminhar o paciente, entre outras importantes condutas. “O treinamento de profissionais de saúde na suspeição de lesões de câncer de pele e nas orientações às comunidades e populações pode contribuir sobremaneira na prevenção e diagnóstico da doença, dessa forma, evitando grandes cicatrizes e até sequelas e mortes por câncer de pele”, pontuou a dermatologista.

Para incentivar a prevenção do câncer de pele, o HCP realiza, durante todo o mês de dezembro, a campanha “Onde há sol, deve haver proteção”. Ações de distribuição de protetor solar, treinamento com profissionais de saúde, mutirão de cirurgias de câncer de pele e distribuição de materiais informativos, que podem ser conferidos no link hcp.org.br/dezembro laranja, são atividades que marcaram a campanha da instituição.

dermatologiamecciene.JPG

post-destaqueresultado.jpg

A lista dos candidatos classificados para a turma 2019 do Dinter IMIP/HCP já está disponível (clique aqui e confira). Os aprovados deverão efetivar suas matrículas na Superintendência de Ensino e Pesquisa do HCP (Av. Cruz Cabugá, 1597 – Santo Amaro), de 16 a 20 de dezembro, das 8h às 16h.

O programa de pós-graduação Strictu Sensu propõe-se a formar doutores em saúde integral, que atuarão fortemente na consolidação do ensino, da pesquisa e da assistência à saúde.

chá-beneficente-rede-feminina03-destaque.jpg

Com a apresentação da banda Como Antigamente, bingo e sorteios de brindes, a Rede Feminina, grupo voluntário que atua no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) há 74 anos, realizará no próximo dia 20, a partir das 17h, um jantar beneficente para arrecadar fundos para a instituição. Os ingressos custam R$ 75,00 e estão disponíveis na recepção da Rede Feminina, no HCP.

Sobre o HCP: O Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) é uma instituição privada e sem fins lucrativos, que se dedica ao diagnóstico e tratamento de pacientes oncológicos por meio do Sistema único de Saúde – SUS. Por ser uma instituição filantrópica, o HCP conta com doações contínuas de pessoas físicas e jurídicas para manter a qualidade no atendimento aos pacientes. Esses recursos são utilizados no custeio, na modernização do parque tecnológico e nas instalações físicas do hospital. Além disso, são direcionados para complementar o custo do tratamento dos pacientes. 

 

extrabomdezembro.jpeg

Fruto de muita dedicação e amor ao próximo, o Extrabom realizou, na última quarta-feira (11), a entrega simbólica de R$9.471,34 para o Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP). O valor é o resultado da soma de cada centavo doado pelos clientes no mês de novembro ao Troco Solidário, e irá fortalecer o serviço prestado aos pacientes da instituição.

A gerente de Captação de Recursos do HCP, Juliane Carvalho, e a coordenadora de Captação de Recursos, Norma Bravo, foram convidadas para receber o grande cheque, que simboliza a solidariedade de muitas pessoas envolvidas. “Essa parceria é fundamental para que a instituição possa continuar seu trabalho com qualidade junto à população em tratamento de câncer”, pontuou Juliane.

Operadora de caixa da unidade há pouco mais de 1 ano, Renata Lins foi uma das funcionárias que vestiu a camisa do Troco Solidário. Na manhã de entrega, por exemplo, ela já havia arrecadado doações de mais de 10 clientes. “Conheço de perto o HCP, toda quarta eu ia visitar o hospital com o grupo da igreja e hoje estou contribuindo com o meu trabalho. Não tenho palavras para descrever. Esse é o nosso dever na terra, a gente precisa fazer isso”, disse, feliz.

 

 

IMG_0476.JPG

Na segunda-feira (10), representantes do Quero Impactar, vaquinha pública virtual que visa, entre outros objetivos, arrecadar fundos para a assistência ao paciente oncológico idoso do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), estiveram reunidos com Superintendentes e gestores da instituição para conhecer o trabalho e conversar sobre novos projetos.

A reunião foi seguida de uma visita pelo hospital, guiada pelo Superintendente Geral, dr. Hélio Fonsêca, que apresentou números, dados e todo o serviço prestado ao paciente oncológico em Pernambuco. “Atender os pacientes de forma integral e humanizada está no DNA da nossa instituição”, pontuou durante a conversa. 

Para Alexandre Napoles, CEO e fundador do Quero Impactar, “O HCP é uma grande prova de que a união da sociedade faz a diferença. Engajar as pessoas para elas cuidem uma das outras é o maior exemplo que a gente vê aqui dentro”, disse, depois de conhecer de perto o trabalho da instituição.

IMG_0481.JPG

IMG_0493.JPG

IMG_0503.JPG

IMG_0506.JPG

Quero Impactar

Gerido pela Procuradoria Geral do Município, o Quero Impactar tem o objetivo de incentivar que a sociedade realize doações a projetos sociais. Para o HCP, o projeto já arrecadou a quantia de R$300 mil, captados através do Banco Itaú. O valor será destinado para o tratamento quimioterápico do paciente idoso.

Toda a sociedade pode contribuir para o HCP por meio da plataforma de forma rápida, online e fácil, além de acompanhar como o dinheiro doado está sendo investido.

Avenida Cruz Cabugá, 1597, 50040-000, Santo Amaro - Recife - PE
Ligue: (81) 3217-8000
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Redes Sociais